sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Feira dos cursos do Pronatec em Felipe Guerra




Aconteceu ontem uma demonstração dos alunos dos cursos de operador de maquinas e implementos agrícolas e de caprinocultor, cursos do Pronatec em Felipe Guerra em pasceria do MDA e sindicato dos trabalhadores rurais. Os cursos tiveram inicio no dia 10 de novembro, beneficiado 56 jovens filho de agricultor e pescador.  Os cursos são ministrados pelo Senar/Rn. 

Reunião com os Créditos Fundiários.




Aconteceu ontem pela manhã na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Felipe Guerra uma reunião com os agricultores que participam do Programa de Créditos Fundiários, o Sr. Antônio de Souza (zico), explicou sobre o cadastro dos agricultores junto a CONTAG, com a presença do acesso da FETARN o Sr. Obdon,    na oportunidade foram discutido os direitos e deveres dos agricultores e as ações que tem chegado às famílias através do programa. 
O Crédito Fundiário é um programa do Governo Federal feito para você, que é trabalhador rural com pouca ou sem nenhuma terra, possa comprar um imóvel rural.

Por meio desse financiamento individual ou coletivo, você pode comprar a terra, preparar o solo construir uma casa e comprar implementos. Além disso, o programa também oferece ajuda técnica e o que mais for necessário para que você possa se desenvolver de forma independente.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Fetarn participa de treinamento para implantação do Cadastro Ambiental Rural‏


No  dia (10), os assessores da Fetarn (Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Rio Grande do Norte), Gilberto Silva e Obdon Neto, estarão participando no Auditório Kátia Abreu, no Parque de Exposições Aristófanes Fernandes de um treinamento para implantação do CAR (Cadastro Ambiental Rural).
O curso que teve início na última terça-feira (7) é resultado das ações de fomento e apoio da Lei nº 12.651/2012 e fruto da parceria do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (IDEMA) com o Serviço Florestal Brasileiro (Senar) e Ministério do Meio Ambiente.
O CAR é um instrumento do Ministério do Meio Ambiente que pretende cadastrar mais de 5,2 milhões de imóveis rurais em todo o Brasil. Para o produtor, os benefícios da regularização são a comprovação de regularidade ambiental, segurança jurídica para produtores rurais, acesso a crédito, acesso aos programas de regularização ambiental e instrumento para planejamento do imóvel rural.

Para o Governo Federal, representa a consolidação de informações ambientais do território nacional. O curso é resultado das ações de fomento e apoio à implementação da Lei nº 12.651/2012 (Novo Código Florestal). O objetivo é formar facilitadores para o cadastramento de imóveis rurais, com prioridade para o apoio aos proprietários ou posseiros rurais que tenham área de até quatro módulos fiscais e desenvolvam atividades agrossilvipastoris, conforme previsto na lei.
Segundo o diretor do IDEMA, Jamir Fernandes, o desafio que inicialmente era apenas do IDEMA, ganhou parceiros como FAERN e FETARN, além de outras instituições. “Hoje é mais seguro falar sobre a realização dessa tarefa, pois temos diversos aliados com o intuito único de atingir nossa meta, que é cadastrar as 65 mil propriedades rurais do estado com até quatro módulos fiscais.”

Participam do curso engenheiros agrônomos, gestores ambientais, geógrafos, representantes de secretarias de vários municípios, entre outros.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Agricultores do RN são incluídos no pagamento Garantia Safra


Agricultores do Rio Grande do Norte serão incluídos no pagamento do programa do Garantia-Safra. A autorização foi feita pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e incluí uma lista de 85 mil agricultores familiares dos estados de Ceará, Maranhão, Paraíba, Piauí, Pernambuco e Rio Grande do Norte.
Os pagamentos são relativos à safra 2013/2014 e começarão a ser efetuados ainda neste mês de novembro. A cada mês, uma nova portaria é publicada incluindo novos beneficiários.

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Cursos do Pronatec


O Sindicato dos Trabalhadores Rurais juntamente com o SENAR, neste dia 10 de Novembro de 2014, Teve inicio dos cursos de Caprinocultor e Operador de Máquinas e Implementos Agrícolas, onde são beneficiados 56 pessoas.
Os cursos tem como Ofertantes o Pronatec, em parceria com MDA, FETARN  e SINDICATOS DOS TRABALHADORES RURAIS DE FELIPE GUERRA.
O Curso de Caprinocultor, acontecera no período de 10 de Novembro 2014 a 06 de Fevereiro de 2015.
O Curso de Operador de Máquinas e Implementos Agrícolas, período de 10 de Novembro de 2014 a 23 de Janeiro de 2015. No dia 12 de novembro, houve a entrega dos materiais dos cursos. polo Coordenador do SENAR, Pablo Avelino.  

                                       Turma de Caprinocultor

      A Professora Rose, entregando os materiais do curso da turma da manha
      A Professora Rose, Entregando os materiais do curso da turma da tarde

                Turma de Operador de Maquinas e Implementos Agrícolas
 A Professora Vitoria, Entregando os Materiais do curso da turma da manha
A Professora Vitoria, Entregando os Materiais do Curso da turma de tarde

Os alunos Fardados. 
Vimos, agradecer a colonia de pescador, por nos sede o esparso na pessoa Marzinho. 
E o colégio Jose do Patrocínio Barra, a pessoa de Gustavo Tavares.     


quarta-feira, 28 de maio de 2014

71 produtores de leite do municipio de Felipe Guerra são beneficiados com torta de algodão

Hoje (28/05/2014), o Técnico da Emater de Apodi-RN , Hudson Ramalho, esteve no STTR(Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais) de Felipe Guerra-RN,  para fazer a entrega  da “torta de algodão” a  71 produtores de leite cadastrados no município, totalizando 267 sacos de 50 kg cada.
 Os produtores assinaram o recibo e se dirigiram até a Secretaria  Municipal de agricultura para receber a torta.
 O STTR comunica ainda que os pecuaristas que  não compraram a vacina contra a Febre Aftosa, que os mesmos têm até o dia 31 deste mês para comprar e vacinar o rebanho e até o dia 15 de junho de 2014 para fazer a declaração do rebanho na Secretaria Municipal de Agricultura do município.


segunda-feira, 5 de maio de 2014

Valor do benefício básico do Bolsa Família é reajustado e sobe para R$ 77.

O valor do benefício básico do Bolsa Família foi reajustado em 10%, passando de R$ 70 para R$ 77 mensais. O reajuste, anunciado na última quarta-feira (30) pela presidente Dilma Rousseff em pronunciamento em rede nacional, foi oficializado hoje em decreto publicado no Diário Oficial da União.

A correção também vale para os benefícios variáveis do programa, pagos a famílias que tenham crianças ou adolescentes até 15 anos, gestantes ou bebês de até 6 meses. Nesses casos, o valor subiu de R$ 32 para R$ 35. Esses benefícios variáveis são limitados a cinco por família, atingido o valor máximo de R$ 175, e todos os integrantes devem ser registrados no Cadastro Único do governo federal.

Para o benefício variável vinculado a famílias que tenham adolescentes entre 16 e 17 anos, o valor passou de R$ 38 para R$ 42, até o limite de dois por família. A mudança entra em vigor hoje, com efeitos financeiros a partir de 1° de junho. De acordo com o governo, no início deste ano, o valor médio do pagamento aos beneficiários do Bolsa Família era R$ 150,60.

O Decreto 8.232/2014 também altera os valores que definem a situação de pobreza e extrema pobreza para entrada no rol de beneficiários do Bolsa Família. Antes, o programa atendia famílias com renda per capita de até R$ 140 mensais. O teto agora, foi alterado para R$ 154.

Para o cálculo de famílias em situação de extrema pobreza, antes o governo considerava renda per capita mensal até R$ 70 e agora vai incluir famílias que tenham renda mensal por pessoa até R$ 77. As famílias nessa situação têm direito a uma complementação, mesmo após o recebimento dos outros benefícios, para chegar a renda mensal per capita de R$ 77,01 e ultrapassar o limite da extrema pobreza.
Fonte: Tribuna da Bahia

quinta-feira, 1 de maio de 2014

Dia do Trabalho, parabéns para todos Trabalhadores(a) rurais.

Nesse dia o mundo deveria dar mais valor A você que cedo levanta trabalhador Você! Que muitas vezes trabalha sem comida Você! Que trabalha toda uma vida Mas nesse dia do Trabalhador continua sem valor! É quem constrói a Nação Mas é quem menos tem a receber É quem dá tudo de si em troca de nada Trabalhador que planta tem que colher Mas trabalhador é classe, e esta é abandonada; Neste seu dia, comemora-se no mundo inteiro. Mas o mundo não conhece quem trabalha, Quem passa uma vida fazendo tudo direito! Mas esse é trabalhador verdadeiro, Aquele que tudo faz calado, não espalha; Ah! Trabalhador! Sem casa, sem comida sem saúde! Trabalhador desempregado, desnutrido amiúde Vai trabalhar, que canta, que ri e que chora Vai comemorar o que nessa hora? De globalização, de guerra, de desemprego; Trabalhar onde? Foge da seca e no desapego Até da família esquece, vai longe trabalhar Na esperança de um dia tudo melhorar...
STTR -  FELIPE GUERRA/RN

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Conab fará quatro operações de venda de milho na próxima semana

Mais quatro operações de venda de milho serão realizadas nos próximos dias 29 e 30 pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). No dia 29 serão ofertadas, por meio de venda normal, 171 toneladas da safra 2009/2010 e 25.000 da safra 2012/2013. O produto é em grãos e a granel, oriundo de Minas Gerais (MG) e de Mato Grosso (MT), respectivamente.
Já no dia 30 deste mês, a Conab fará dois leilões de Valor para Escoamento de Produto (VEP), nos quais irá oferecer 24.999 toneladasde milho, comorigem no Mato Grosso (MT).
Essas operações atendem à Portaria Interministerial nº 222, de 13 de março de 2014, que autoriza a comercialização, ao longo deste ano, de até 500 mil toneladas de milho para criadores de animais da região da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene): Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Sergipe e, parcialmente, os estados de Minas Gerais e do Espírito Santo.
Tanto a venda normal quanto o VEP praticam preço de mercado. Na venda normal não há um local determinado onde o produto deve ser entregue pelos arrematantes e não há especificação de um segmento que possa participar da operação.
Já nas operações de VEP, a Conab paga uma subvenção aos arrematantes desde que comprovem o escoamento do produto para um local determinado, que necessita ser abastecido com o grão.
Outra diferença é que o VEP se destina a públicos específicos – nesse caso, a criadores de aves, suínos, bovinos, ovinos, caprinos e suas respectivas cooperativas, situadas nas regiões definidas nos avisos.

Fonte: O Mossoroense

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Governo propõe salário mínimo de R$ 779,79 para 2015.

O governo federal propôs que o salário mínimo, que serve de referência para mais 45 milhões de pessoas no Brasil, suba dos atuais R$ 724 para R$ 779,79 a partir de janeiro de 2015.O percentual de correção do salário mínimo, pela proposta do governo, será de 7,71% no próximo ano.

A informação consta na proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), divulgada nesta terça-feira (15) pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. O documento está sendo enviado hoje ao Congresso Nacional.
Globo.com

terça-feira, 8 de abril de 2014

Dilma: governo investe mais de R$ 5 bilhões em máquinas para municípios

A presidenta Dilma Rousseff informou hoje (7) que o governo federal já entregou mais de 14,1 mil máquinas para municípios de todo o país. No total, serão mais de 18 mil máquinas entregues em 5.061 municípios. Cada cidade com até 50 mil habitantes vai receber uma retroescavadeira, uma motoniveladora e um caminhão-caçamba. Para as cidades do semiárido ou em situação de emergência por causa da seca, o kit inclui um caminhão-pipa e uma pá-carregadeira.
 
“Nós estamos investindo mais de R$ 5 bilhões para comprar todas as 18.073 máquinas. Esse investimento é muito bom para os municípios, mas é também muito bom para a economia do país, porque só compramos máquinas produzidas aqui no Brasil. Com isso, estimulamos a produção nacional e garantimos o emprego e a renda também para o trabalhador das cidades. Faltam menos de 4 mil máquinas para serem entregues. Já contratamos todos os equipamentos para maio, as fábricas trabalham a pleno vapor para atender às nossas encomendas e têm esse compromisso conosco”, disse.
 
Dilma informou ainda, em seu programa semanal Café com a Presidenta que, além de beneficiar a população dos municípios menores com a manutenção
das estradas vicinais, as máquinas melhoram o abastecimento de água na região da seca. “Nós precisamos de boas estradas vicinais para transportar os alimentos até a mesa dos brasileiros e também para evitar perdas da própria produção agrícola”, destacou.
 
Roraima, o Rio Grande do Norte, Sergipe, o Espírito Santo e Mato Grosso do Sul já receberam todas as máquinas. “Hoje mesmo vou estar lá em Contagem, Minas Gerais, para entregar mais máquinas às prefeituras de 151 municípios do estado. Já entregamos todas as retroescavadeiras previstas em todo o Brasil e estamos avançando também na entrega das outras máquinas, pois nós já distribuímos 3.511 motoniveladoras e 3.131 caminhões-caçamba”, disse a presidenta.
 
Dilma ressaltou que todos os 1.440 municípios do semiárido ou em situação de emergência por causa da seca já receberam a retroescavadeira, a motoniveladora e o caminhão-caçamba e que já foram entregues 1.431 caminhões-pipa e 960 pás-carregadeiras. O valor de mercado do kit com as três máquinas está em torno de R$ 1 milhão e, com as cinco máquinas para o semiárido, em R$ 1,4 milhão.
Ana Cristina Campos - Repórter da Agência Brasil Edição: Graça Adjuto
 

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Fundação do Sindicato dos Trabalhadores(as) Rurais Felipe Guerra/RN

                               Fundado no dia 29 de Abril de 1.973

Câmara analisa lançar o 'Bolsa Mãe Solteira' com auxílio de até R$300.

A Câmara dos Deputados analisa um projeto que garante um auxílio de até R$ 300 à mãe solteira que não tiver condições de se sustentar. O benefício será custeado com recursos do Orçamento Geral da União e ainda será variável de acordo com o valor da renda constante da declaração de hipossuficiência da mãe.

O Projeto de Lei 6475/13 é do deputado Marcelo Aguiar (DEM-SP) que entende ter o dever de ajudar mães em condições de miséria. “A ajuda financeira é um recurso de apoio significativo para muitas mães solteiras que são incapazes de prover o sustento de um filho sem a figura do pai e, por isso, necessitam desse auxílio governamental”, argumenta o deputado. O texto não esclarece o prazo que o benefício será pago. 

O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.
A Câmara dos Deputados analisa um projeto que garante um auxílio de até R$ 300 à mãe solteira que não tiver condições de se sustentar. O benefício será custeado com recursos do Orçamento Geral da União e ainda será variável de acordo com o valor da renda constante da declaração de hipossuficiência da mãe.

O Projeto de Lei 6475/13 é do deputado Marcelo Aguiar (DEM-SP) que entende ter o dever de ajudar mães em condições de miséria. “A ajuda financeira é um recurso de apoio significativo para muitas mães solteiras que são incapazes de prover o sustento de um filho sem a figura do pai e, por isso, necessitam desse auxílio governamental”, argumenta o deputado. O texto não esclarece o prazo que o benefício será pago. 

O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. 
Naira Trindade - Diário do Poder

quinta-feira, 20 de março de 2014

VENHAM PARA O SINDICATO!.



O SINDICATO DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS RURAIS DE FELIPE GUERRA,
ESTÁ INFORMANDO QUE SÓ PODERÁ FAZER AS DECLARAÇÕES PARA QUEM ESTIVER EM DIA
COM  SUAS  CONTRIBUIÇÕES  SINDICAIS.
AGRADECEMOS SUA COMPREENSÃO.
A  DIRETORIA

Emparn registra chuvas em 81 cidades do RN, no Dia de São José- Dia 20-03-2014

As chuvas que caíram no Dia de São José renovaram - como reza a crença popular - a esperança do sertanejo em ano de bom inverno. Em 81 municípios do Estado, maior parte no Oeste Potiguar, foram registradas precipitações de até 100 milímetros. O maior registro ocorreu em Portalegre, com 106 mm. Os dados são do monitoramento das últimas 24 horas (7 h da manhã de terça-feira até as 7 h da manhã de ontem) em 86 pluviômetros do Departamento de Meteorologia da Emparn. Para os próximos dias é esperado chuvas em todas as regiões do Estado. 

A continuidade se deve a presença da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que é o principal Sistema Meteorológico responsável pela ocorrência de chuvas na Região Nordeste do Brasil no período de fevereiro a maio, desde o início do mês. Mesmo com a baixa probabilidade de ocorrência regular de chuvas no mesmo nível ou acima (100 mm) das registradas ontem, o meteorologista da Emparn, prevê recuperação dos aqüíferos. 

Chuvas na média de 70 mm no interior analisa Gilmar Bristot, permitirão uma recarga dos reservatórios em até 30% dos níveis registrado no início do mês. “Alguns reservatórios já começam a demonstrar mudanças. Em Serra Negra do Norte, o açude verteu água e no Armando Ribeiro Gonçalves há uma recuperação”, observa o meteorologista. As chuvas que caíram ontem em Patos (165 mm), na Paraíba, também têm reflexo no reforço para a recuperação dos reservatórios potiguares, uma vez que as águas escoam para a bacia do Rio Piranha. 

“Mantemos a previsão de fevereiro de chuvas dentro da normalidade, mas poderemos ter o mês de abril com maior incidência de chuvas no RN em relação ao mês de março”, observa o meteorologista da Emparn, Gilmar Bristot. 

A mudança antecipa o chefe do setor de meteorologia, pode ocorrer caso se verifique “uma melhoria nas condições oceânicas”, com a manutenção do aquecimento das águas do Atlântico Sul e neutralidade do Pacífico que faria com que a Zona de convergência permaneça sobre a região Nordeste trazendo mais chuvas. “Diferente dos dois últimos anos (2012 e 2013), este ano as condições dos oceanos estão favoráveis a ocorrência de instabilidades tropicais associadas à ZCIT”, disse. 

A mudança de estação do verão para o outono a partir de hoje (20) também tem influência e pode “facilitar a ocorrência de mais chuvas, mas tudo isso será analisado ainda”, afirma Bristot. As previsões para o segundo trimestre (abril a junho) deve ser definido em reunião que acontece hoje e amanhã, em Recife. O período chuvoso deve alterar o status de alguns municípios que apresentam quadro de “seco” e “muito seco”. Segundo dados da Emparn, no mês de janeiro 40 municípios foram classificados como seco e outros 52 municípios no segundo grupo. 

O quadro foi amenizado em fevereiro quando o número de municípios em situação mais crítica caiu para 33 e os de “seco” para 42. O quadro é semelhante neste mês de março. O número se manteve no primeiro grupo e na condição de seco hoje são 47 cidades. 
Fonte: Santana Noticia